sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Sapequices de irmãos


Com frequência, dou própolis para meus filhos pois acho que ajuda na saúde deles.

Quando eles estão com dor de garganta intensifico o uso, para uma melhor eficácia.

(Caso alguém queria fazer o mesmo, aconselho farem com o pediatra antes, mesmo sendo um "remédio" mais natural).

Estávamos em casa, em uma época de "gripongas", então, como comentei a cima, intensifiquei o uso do própolis para duas vezes ao dia. O sabor realmente não é agradável, mas sempre consegui dar numa boa para as crianças.
Certo dia, tive uma surpresa, não encontrei o própolis. Fiquei procurando por uma semana e nada. Perguntei para todos da casa se haviam visto o frasco e nada, achei que tivesse levado para minha sogra, liguei, perguntei e NADA. Até que resolvi comprar outro, pois pensei que havia perdido em algum local.
Quando o frasco novo chegou em casa, chamei a Bianca e o Felipe, nesse momento, os dois se olharam assustados.
- O que foi? Aconteceu alguma coisa? -perguntei
- Não..... responderam
- Hummm, mãe, aconteceu sim, mas acho que você vai ficar brava - disse a Bianca.
- É que na verdade, nós escondemos o própolis, pois ele tem gosto ruim. Nós não queríamos tomar duas vezes por dia.
-Mas filha, onde vocês esconderam? Eu procurei pela casa toda e não encontrei!
- Nós escondemos direitinho, colocamos dentro da minha caixinha de coleção de pedrinhas.
Nesse momento tive vontade de dar risada e de parabeniza-los pela parceria. kkkk
Mas, tive que aproveitar o momento e ensinar.
Sentei com eles e expliquei que o melhor a fazer é conversar, pois juntos, podemos chegar a uma solução que fique boa para todos.
Pedi que pegassem as moedinhas do cofrinho para que eu pudesse repor o gasto que tive ao comprar outro remédio. Assim foi feito.
Acho que agora, vão elaborar melhor os planos. kkkkk