terça-feira, 20 de setembro de 2016

O que realmente IMPORTA?



A infância é um tempo curto, um tempo que é o construtor do que seremos amanhã.
É de extrema importância estarmos atentos a essa questão. O que realmente importa?
Alguns aspectos são necessários para o desenvolvimento do ser humano.
Existe uma tendencia bem grande das pessoas dizerem que as crianças de hoje não são tão felizes como as crianças de antigamente. Dizem assim: " elas não brincam na rua", " as crianças de hoje, não sabem brincar"," a maioria das crianças fica no computador, tv, joguinhos..." 
Mas se os adultos que acompanham as crianças, fazem esses julgamentos, temos que analisar o comportamento inverso, o comportamento dos adultos.
Se as crianças se espelham nos pais, e executam o que lhes é apresentado, alguma coisa não se encaixa nessa história.
Nós adultos não fomos mais felizes do que eles, apenas vivemos diferente. O tempo passou, os interesses mudaram, mas considero importante resgatarmos com nossos filhos, momentos que nos  trouxeram registros de felicidade. 
A atividade em si apresentada, tem sim sua especificidade, mas o que realmente importa é o registro que temos, o sentimento que ficou armazenado.
Então, o que REALMENTE IMPORTA, é você propiciar momentos carregados de sentimentos, assim, o que é bom, será passado de geração para geração.
Brincadeira de rua, historia com fantoche, corrida de saco... são situações que remetem bons sentimentos, atividades que propiciam o contato com outras pessoas e que provocam situações de conflitos para serem resolvidas..
Quem ficará em desvantagem, será aquele que não der valor ao mais simples da vida. O amor
É, o Amor é o que REALMENTE IMPORTA, pois ele faz de tudo para oferecer o melhor de você para o outro.  
 Destine seu tempo o máximo possível para o desenvolvimento de seu filho, mostre que ele não precisa fazer tudo que o amigo quer que ele faça, pois ele tem que ser ele mesmo, ele precisa existir. Ensine o valor da Verdade, pois ela é sempre a melhor solução, mesmo que depois venha uma bronca para refletir o melhor caminho a seguir.
COMPARTILHE COM ELE O SEU MELHOR, ISSO REALMENTE IMPORTA.








quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Desenvolvimento motor- Cortanto a Carninha



A habilidade motora é muito importante e com isso, a criança se torna capaz de controlar seu corpo.

No sistema nervoso central, ocorre um aprimoramento, permitindo assim que as informações cheguem ao cérebro a medida que a criança for interagindo com o meio ambiente.
Conforme ela vai tendo  domínio dos movimentos vai evoluindo, e todo o desenvolvimento influencia em seu futuro, dentro dos aspectos sociais, intelectuais e culturais.
O ser humano está sempre em processo de mudanças complexas e o quanto mais se sentir seguro, maior será o crescimento e maturação dos aparelhos e sistemas de seu organismo.
Crianças que brincam e que recebem estímulos naturais e focados, são beneficiadas.

Ensinar o corte da carne é um dos estímulos naturais que você pode oferecer a seu filho.Mostre como segurar corretamente nos talheres, assim, terão um controle maior do corte. Mas para isso, é importante analisar também a posição do corpo, e se o local é apropriado para sua altura. Um simples corte de carne, mexe com toda sua estrutura corporal.

Todas as vezes que conseguirem concluir uma etapa, se sentem vitoriosos e essa conquista é muito benéfica para querer ampliar o repertório de possibilidades.



  video

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Dificuldades de aprendizagem


O fato do aluno não acompanhar os colegas de classe e apresentar dificuldades pedagógicas, são motivos de preocupação para os pais.

Nesse momento, os pais não sabem muito o que fazer e ficam com vários questionamentos, do tipo:
* será que a escola não está ensinado direito?
* será que a professora não gosta dele e não ajuda no que ele precisa?
* será que meu filho tem algum problema sério?
* será que ele vai repetir de ano? ...

O primeiro passo para compreender melhor o que está acontecendo, é marcar uma conversa com a professora e coordenadores, para compreender melhor onde estão vendo a maior dificuldade apresentada. Estas podem ser : pedagógicas, psico-cognitiva, psico-afetiva...
Por vezes, aulas particulares com educadores, acabam resolvendo a questão, pois por ser um ensino mais individualizado, a criança acaba se dispersando menos e aprendendo mais.

O segundo passo, é verificar se a criança teve uma consulta com os seguintes especialistas, no prazo minimo de um ano: oftalmologista, pediatra e fonoaudiólogo.
O oftalmologista irá conferir se seu filho está com uma boa visão.
O pediatra irá acompanhar todo o desenvolvimento neuropsicomotor.
O fonoaudiólogo aplicará testes de audição. 

O terceiro passo, seria interessante você procurar uma psicóloga. Esta profissional irá ajudar nas questões de auto-afirmação e codificará as necessidades da criança- psicológicas, afetivas ou cognitivas. Sendo assim, fará sessões para tratar ou amenizar a dificuldade.

O mais importante, é não se desesperar. Percorra atentamente todos os fatores, analise se a rotina da criança está caminhando de maneira saudável com relação a idade que têm. Coloque atenção no tempo destinado à tv, ipad e joguinhos; analise sua alimentação, pois essa também interfere na aprendizagem e mostre com frequência ao seu filho o quanto você acredita em sua potencialidade.

 A  família é o maior alicerce para o desenvolvimento deles.

sábado, 10 de setembro de 2016

Isabela

Papai Rodrigo nos encaminhou a seguinte história:


Era uma vez uma princesinha muito sensível, não ia no colo de ninguém, só aceitava a mãe. Nem os avós, tias e o próprio pai tinham muita chance!!!

Esperamos até os 10 meses para batizá-la e muitos encontros em família para tentar acostumá-la pelo menos no colo dos padrinhos.

Começando a cerimônia, tentamos o colo da madrinha..... e começa a choradeira!!!

A tia tentou tirar a roupinha e..... mais bocão aberto!!!

Saiu do colo da mãe para a pia batismal ... aguá do banho e água dos olhos!!!

O padre benzendo no colo da madrinha .... mais choro!!!

Dinda tentava acalmá-la!!!

Olhou para o padre no encerramento..... lá vem mais água!!!

Uma foto com os padrinhos para uma lembrança? Só que não......

Só tirou foto com os pais com a carinha toda inchada de tanto chorar!!!

Chegando na recepção o que acontece?
Só sorrisos, foi no colo de todos, bateu palma no meio de muitos, tirou foto com os avós e com os padrinhos toda sorridente.... Pode? Não acreditávamos!!! Que danadinha!! 
No final das contas, comentamos que ela precisava mesmo era ser batizada, abençoada e devíamos ter feito o batizado com 1 mês de vida!!! kkkkk 
 Dali para frente, foi só sorrisos acompanhando a alegria da família!!!

Henrique

Mamãe Adriane nos encaminhou a seguinte história:


- Mamãe, caca de nariz é salgadinha né?
- Filho, não pode colocar caca de nariz na boca, é sujo!!!
- Tudo bem mamãe, eu não engulo, eu só chupo!!!








Sofia





Mamãe Iris nos encaminhou a seguinte história:


Em uma manhã,  saindo para ir para a escola a Sofia me perguntou o que eu tinha mandado de lanche.
Quando respondi,  ela reclamou. Expliquei à ela que não deveria fazer isso, pois seu lanche era muito bom e feito com muito carinho. Ela só ouviu.Para minha surpresa,  quando voltamos da escola e eu fui desfazer sua lancheira, ela havia deixado um bilhetinho para mim.Mal sabia escrever, mas do seu jeitinho escreveu: Iris (mais fácil que escrever mãe,rs) , eu adoro o seu lanche. Desculpa.Não aguentei a fofura de se desculpar desta forma. Refletiu e acionou!





sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Sapequices de irmãos


Com frequência, dou própolis para meus filhos pois acho que ajuda na saúde deles.

Quando eles estão com dor de garganta intensifico o uso, para uma melhor eficácia.

(Caso alguém queria fazer o mesmo, aconselho farem com o pediatra antes, mesmo sendo um "remédio" mais natural).

Estávamos em casa, em uma época de "gripongas", então, como comentei a cima, intensifiquei o uso do própolis para duas vezes ao dia. O sabor realmente não é agradável, mas sempre consegui dar numa boa para as crianças.
Certo dia, tive uma surpresa, não encontrei o própolis. Fiquei procurando por uma semana e nada. Perguntei para todos da casa se haviam visto o frasco e nada, achei que tivesse levado para minha sogra, liguei, perguntei e NADA. Até que resolvi comprar outro, pois pensei que havia perdido em algum local.
Quando o frasco novo chegou em casa, chamei a Bianca e o Felipe, nesse momento, os dois se olharam assustados.
- O que foi? Aconteceu alguma coisa? -perguntei
- Não..... responderam
- Hummm, mãe, aconteceu sim, mas acho que você vai ficar brava - disse a Bianca.
- É que na verdade, nós escondemos o própolis, pois ele tem gosto ruim. Nós não queríamos tomar duas vezes por dia.
-Mas filha, onde vocês esconderam? Eu procurei pela casa toda e não encontrei!
- Nós escondemos direitinho, colocamos dentro da minha caixinha de coleção de pedrinhas.
Nesse momento tive vontade de dar risada e de parabeniza-los pela parceria. kkkk
Mas, tive que aproveitar o momento e ensinar.
Sentei com eles e expliquei que o melhor a fazer é conversar, pois juntos, podemos chegar a uma solução que fique boa para todos.
Pedi que pegassem as moedinhas do cofrinho para que eu pudesse repor o gasto que tive ao comprar outro remédio. Assim foi feito.
Acho que agora, vão elaborar melhor os planos. kkkkk




sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Espaço de estudos Organizado

                                                                  CANTINHO DE ESTUDOS




O ambiente de estudos precisa de um cuidado especial. 

Ele influência muito no desempenho de aprendizado. 

A organização do espaço é peça chave para uma boa produtividade,  pois pode garantir maior eficácia e otimização de tarefas. 
A motivação para o estudo se amplia quando o espaço está prático e com tudo a mão. 
Quando você procurar por algo,  certamente saberá onde encontrar.  A "bagunça" atrapalha e diminui a concentração nas tarefas e estudos.  Perder tempo procurando o material,  faz com que percam o foco e o aprendizado acaba sendo prejudicado. 
Para as crianças que estão em fase de alfabetização, aconselho que coloquem cartazes com letras e números em algum local de fácil visualização. 

Segundo Fernanda Geiger, criadora da Organização e Boas ideias, algumas dicas básicas ajudam muito para esse ambiente ser realmente eficaz. 

"É importante criar um ambiente propício ao estudo para que a criança consiga se concentrar. 
Em um ambiente assim, a produtividade aumenta reduzindo até o tempo que ela precisará para realizar esta atividade de forma satisfatória.
Observe as possibilidades do espaço que tem disponível. O ideal é deixar um canto apenas para estudo mas sei que a realidade nem sempre será cabível fazer isto. Darei algumas dicas que você poderá aproveitar utilizando no melhor espaço que puder reservar:

- o local deve ser bem iluminado;

- deve estar o mais silêncio possível;
- cuide da limpeza, observe os produtos que serão utilizados, algumas crianças não reagem bem ao cheiro;
- tenha um local reservado para guardar o material que deixará em casa, guarde tudo sempre no mesmo lugar, assim, evita a perda ou esquecimento;
- tenha caixinhas, organizadores, estojos ou qualquer objeto que consiga guardar e manter organizados materiais menores como borracha, apontador, clips, cola, etc.
Construa com a criança o hábito de manter suas coisas no lugar, em ordem. Crie um método que acredite facilitar, de acordo com a idade de cada idade. 
Converse bastante mostrando a importância da organização, e principalmente, dê o exemplo".

  Aqueles que precisarem de um auxilio para a construção desse ambiente, eu e a Fernanda Geiger estamos a disposição.